Como empreender com programação?

Alguns alunos me perguntam o melhor jeito de começar a ganhar dinheiro como programador, mesmo quem ainda é iniciante.

Antes de tudo, não existe essa de dinheiro fácil. Todas as dicas que vou dar a seguir são maneiras de monetizar que você só colhe com muito trabalho e persistência.

Outra coisa que preciso falar é que você não precisa ser o expert em programação para executar a maioria delas, também não precisa ter formação em TI para começar, só precisa ter iniciativa e dar o primeiro passo de onde você está.

Então, vou falar de algumas estratégias que adotei enquanto programador, desde o início, quando ainda não tinha tanta experiência.

Você precisa de um portfólio

Quando um contratante procura um profissional de TI, a primeira coisa que ele quer conhecer são os trabalhos que ele já fez.

Mas como eu vou ter trabalho para mostrar se ainda não fiz nenhum projeto?

Ofereça seu trabalho onde há concentração de empreendedores. Sempre tem alguém precisando de um site, e-commerce, configuração de páginas de marketing, software de gestão, automatização de tarefas repetitivas.

Você pode encontrar pessoas que demandam esse tipo de trabalho não só na internet, mas em ambientes físicos como lojas, clínicas, consultórios, academias, salões de eventos.

O que não falta é empresa precisando melhorar seus processos, e você é o provedor de soluções.

Ofereça trabalho gratuito

Uma forma de criar portfólio é oferendo soluções de forma gratuita.

Você não precisa fazer 100% do trabalho de graça, mas pode oferecer uma degustação para seu cliente. Estude seu cliente primeiro, e depois, ofereça solução efetiva. É muito comum negociar uma primeira entrega mínima sem cobrar, e as futuras entregas com o cliente pagando algum valor.

É claro que essa estratégia deve ser usada só até você ter trabalhos que realizou para mostrar para seus próximos clientes. O ponto de atenção é que você deve procurar clientes que irão trazer algum benefício.

Você é provedor de soluções

A primeira coisa que você deve ter em mente é que você não precisa programar 100% das vezes que seu cliente tiver um problema para resolver. Gostaria de poder voltar no tempo para repetir essa frase para o Leo do passado.
Como perdi tempo reinventando a roda, criando sistemas do zero para algo que outra ferramenta fazia melhor.

Quer um exemplo?

Você consegue imaginar algum site institucional funcionando fora de um CMS como o WordPress ou Joomla? É perda de tempo criar site de conteúdo fora dessas plataformas, a menos que seja um site com finalidade muito específica.

Como programador você está no controle. Você tem capacidade plena de discernir qual a melhor solução para o cliente, e a melhor solução para ele é sempre a que resolve o problema em menos tempo e menor custo.

Portanto, quando alguém precisar de suas habilidades, use sua capacidade rápida de aprendizado, estude ferramentas disponíveis e ofereça a melhor solução.

Tente até fazer dar certo

Se tem uma coisa que todo empreendedor sabe melhor do que ninguém é tentar.

Sabe aquela frase que se ouve em cursinho: “estude até passar”? Para o programador empreendedor, o lema é: tente até fazer dar certo!

Quantos ficaram pelo caminho por desistirem dos seus sonhos, só porque faltou o último esforço para virar a chave Você vai errar muitas vezes até acertar. O segredo de quem vence é não se curvar diante dos erros.

À medida que você falha, também é moldado, e conforme passa por esse processo de depuração do trabalho e da vontade, as oportunidades aparecem de forma milagrosa.

Tente até fazer dar certo!

Experimentei todas essas estratégias ao longo da minha vida como desenvolvedor, pratico até hoje. Uma coisa que você precisa ter em mente é que empreender é algo que você pode fazer onde estiver, seja trabalhando por conta própria, empresa ou em cargo público.

Receba meu conteúdo no Telegram

Se você deseja receber outros conteúdos direto no seu celular, entre no meu canal no Telegram.
Lá eu compartilho dicas para você dominar definitivamente a escrita do código limpo.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *